quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Arte

quando 'm versos abissais
meu todo explode - só
o nada avante sinto

ó Melancolia
faz da arte em mim
Teu labirinto

Um comentário: